Uncategorized

Funcionalidade e Envelhecimento

O  envelhecimento  pode vir  acompanhado por um declínio funcional progressivo que  tem como conseqüência a diminuição da autonomia  e independência  da pessoa idosa  .

O declínio funcional é comum nas pessoas idosas, surgindo aproximadamente em 12% dos idosos com idade igual ou superior a 75 anos. Com o declínio funcional a qualidade de vida é reduzida sendo também responsável por  um aumento de  gastos em cuidados de saúde (Rodrigues, 2007)

A autonomia funcional  é definida  como o nível de bem-estar com o qual os indivíduos pensam, sentem, atuam, ou se comportam  em consonância  com o seu meio  ambiente  (WHO, 2002).

A funcionalidade diz respeito à forma como executamos as atividades do dia a dia de forma  independente (OMS, 2000, cit. in Silva et al., 2012). Nestas atividades incluem-se ações como deslocamento , atividades de autocuidado  e  interação social e lazer . Em resumo, a funcionalidade é a capacidade que o indivíduo tem para manter a capacidade física e mental necessária para cuidar de si mesmo e do seu entorno.

O comprometimento da funcionalidade do idoso tem implicações importantes para a família, para a comunidade, para o sistema de saúde e para a vida do próprio idoso, uma vez que a incapacidade ocasiona maior vulnerabilidade e dependência na velhice .

Para se ter uma velhice ativa e saudável, a despeito da presença de doenças, é preciso investir no cuidado à saúde ao longo da vida. Muitos são os determinantes para o envelhecimento saudável (e.g. traços genéticos, estilo de vida, condições ambientais, hábitos alimentares, espiritualidade, humor, baixo nível de stress, suporte familiar, moderação e, sobretudo, atitude positiva perante a vida

 Assim  ações e atitudes diárias pode definir  a permanência da independência   até uma idade muito avançada.  

Como um familiar pode perceber os sinais de algum declínio funcional no idoso.

Cinco sinais:
1 – Caminhar mais lento, passos menores, diminuição do equilíbrio.
2 – Perda do apetite e ou de peso (cerca de 5% em um ano).
3 – Fadiga constante, ficar parado a maior parte do tempo.
4 – Diminuição da força muscular.
5 – Perda de interesse pelas atividades diárias, humor variável

Envelhecer com saúde é o que todo ser humano deseja, desde a juventude.

Tudo que o indivíduo passa durante a vida vai influenciar de forma direta na velhice. Por meio disso percebe-se que o envelhecer é um processo longo e multifacetado que ocorre de forma diferente em cada ser humano.  Por isso cuide-se!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *