Uncategorized

Reabilitação cognitiva: o que é? Qual o papel do cuidador?

Reabilitação Cognitiva é uma intervenção não farmacológica que tem como principais objetivos:
👉 Diminuir as dificuldades cognitivas de acordo com o grau de declínio do paciente;
👉 Melhorar ou amenizar as alterações de comportamento que o idoso com demência normalmente sofre;
👉 Retardar a progressão da doença e o declínio funcional;
👉 Melhorar a autoestima e qualidade de vida do paciente.

Para isso, é preciso ativar as funções cognitivas preservadas para permitir que elas compensem as comprometidas. Isso ocorre em função da plasticidade cognitiva. A plasticidade é a capacidade do cérebro adulto de se adaptar de acordo com as circunstâncias.

A importância de um cuidador ou de um familiar para incentivar o idoso na realização das atividades sugeridas é fundamental para a eficácia do tratamento. Lembrando que esta abordagem deve ser feita sempre com paciência e empatia para não desmotivar o idoso. Além disso, é importante que esse acompanhante observe qualquer alteração no cotidiano que indique melhora ou piora do quadro para relatar aos profissionais envolvidos para oferecer o melhor tratamento a este idoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *