Procurando serviços de cuidadores de idosos? Fale conosco! (71) 99289-8952 ou clique no botão

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google

Alzheimer

Na medida em que a população mundial envelhece, a expectativa é de que o número de pessoas que vivem com demência triplique até 2050, passando de 50 milhões para 152 milhões, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS).
Confira os principais sintomas:

  • Discurso repetitivo
  • Agitação
  • Agressividade

    Como lidar com o discurso repetitivo?
  • Reconforte e transmita segurança à pessoa, tanto através das palavras como do toque.
  • Tente distrair a pessoa com um snack ou atividade.
  • Evite lembrá-la de que já fez várias vezes a mesma pergunta. Tente ignorar o comportamento ou a questão e distraia a pessoa.
  • Não discuta planos com a pessoa, faça-o apenas imediatamente antes de o evento ocorrer.
  • Aprenda a reconhecer determinados comportamentos. Um estado agitado ou tirar a roupa, podem indicar uma necessidade de usar o banheiro.



Como lidar com a agitação?

  • Aumente as atividade, especialmente o exercício físico durante o dia.
  • Tenha atenção à alimentação, uma vez que há alimentos que podem piorar a situação (ex. açúcar, cafeína e alguns tipos de comida).
  • Promova tardes e noites calmas, realizar atividades estruturadas é importante (ex. passeio ao ar livre, fazer um jogo de cartas simples, ou ouvir música calma).
  • Um ambiente tranquilo e sem stress, no qual a pessoa com Demência possa ter uma rotina familiar, pode ajudar a evitar a desorientação.
  • Ligar as luzes antes do pôr do sol e fechar as cortinas ao fim do dia vai minimizar as sombras e pode ajudar a diminuir a confusão.
  • Divida cada tarefa em pequenos passos e, num tom de voz reconfortante, explique à pessoa cada passo antes de o fazer. Disponha de bastante tempo para essas atividades.

    Como lidar com o comportamento agressivo?
  • Observe os sentimentos, não os fatos. Em vez de se concentrar em certos detalhes, considere as emoções da pessoa. Identifique os sentimentos sob as palavras ou ações.
  • Não fique chateado. Seja positivo e tranquilize a pessoa. Fale devagar e em um tom suave.
  • Limite as distrações. Examine o ambiente da pessoa e adapte-se para evitar situações semelhantes.
  • Experimente uma atividade relaxante . Use música, massagem ou exercícios para acalmar a pessoa.
  • Desvie a atenção para outra atividade. A situação ou atividade imediata pode ter acionado acidentalmente a resposta agressiva. Tente fazer outra coisa.
  • Dar um tempo. Se a pessoa estiver em um ambiente seguro e você tiver a oportunidade de se retirar e ficar sozinho por um momento, faça isso.
  • Garanta a segurança . Certifique-se de que você e a pessoa estão seguros. Se a pessoa não consegue se acalmar, peça ajuda a outras pessoas.

Atenção: Se os surtos de agitação ou agressividade estiverem muito frequentes, procure um médico

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Saúde Mental

Está em busca de um remédio natural para controlar ansiedade, estresse e melhorar sua concentração? Então adotar um hobby será seu melhor investimento. Adotar um

Saiba mais ➞

Dia mundial do coração

As 5 principais doenças cardíacas em idosos: Pressão alta Insuficiência cardíaca Cardiopatia isquêmica Valvopatia Arritmia As chances de ter uma doença cardiovascular, como pressão alta

Saiba mais ➞

Alzheimer

Na medida em que a população mundial envelhece, a expectativa é de que o número de pessoas que vivem com demência triplique até 2050, passando

Saiba mais ➞

Categorias

Categorias

Últimos artigos

Procurando serviços de cuidadores de idosos? Fale conosco! (71) 99289-8952 ou clique no botão